ISPN - Instituto Sociedade, População e Natureza

6.11.18

“O estado de presença é o começo para a prevenção e os cuidados na saúde indígena”

“Prevenir é o melhor caminho. Tivemos grandes perdas na nossa aldeia por causa do câncer. Esse momento é importante, que possamos levar mais e mais informações para os nossos parentes nas demais aldeias também”, reforçou o cacique Bruno Caragiu Guajajara durante a culminância das campanhas Outubro Rosa e Novembro Azul. O evento aconteceu no último dia 05 deste mês na Aldeia Januária, município de Bom Jardim (MA), no âmbito do Plano Básico Ambiental –  Componente Indígena (PBA-CI), por meio do Subprograma Saúde, em parceria com a Vale S/A. A atividade teve a organização também da Secretaria Especial de Atenção à Saúde Indígena e o Ministério da Saúde (Sesai).

Na programação do evento, aconteceram palestras, dinâmicas e exibição de vídeos educativos voltados para orientações e conscientização da importância da prevenção do câncer de colo do útero, mama e próstata. Ainda foram realizados exames preventivos, vacinação e atendimento odontológico.

Para a jovem indígena e estudante de enfermagem, Taynara Caragiu Guajajara, os cuidados são muito importantes, pois a prevenção ainda é o melhor remédio. “Nós, mulheres indígenas, valorizamos o conhecimento repassados por toda a equipe do posto de saúde, claro não deixando também de utilizar os nossos métodos preventivos e curativos de nossa medicina Guajajara. É de suma importância pra nós mulheres indígenas usarmos medicina ocidental e medicina indígena como aliada, assim proporcionando fortalecimento da prática preventiva”, enfatizou.

“O estado de presença pode ser o começo para a prevenção e os cuidados na saúde indígena. É exatamente ter consciência do ser. A pessoa deve estar conectada com seus pensamentos e seu corpo físico. É o equilíbrio entre mente e espírito. E isso reflete na saúde”, falou a enfermeira obstetra e professora do Instituto Federal de Educação do Maranhão, Solange Sousa, durante o evento.

“Quando paramos para observar nossos hábitos, percebemos também a nossa existência, a nossa realidade”. Estamos perdendo a noção de viver o momento presente. Nesse sentido, o cuidado e o sentir a respiração são fundamentais também.  Muitas vezes, fazemos projeção para o passado ou futuro, por isso que estamos perdemos a essência de ser humano. Ou seja, da importância de olhar no olho, de se enxergar no outro, de cuidado consigo mesmo, perceber nosso corpo. Quando nossa boca cala, os órgãos falam”, explicou Solange Sousa.

PBA-CI – É parte integrante do processo de licenciamento ambiental referente ao empreendimento Estrada de Ferro Carajás (EFC) – Componente Indígenas em operação pela Vale S.A. voltado aos povos Awá e Guajajara das Terras Indígenas Caru e Rio Pindaré no Maranhão. Está estruturado a partir de dois componentes (Awá e Guajajara), em execução pelo ISPN, e que estão organizados em cinco subprogramas: Proteção Territorial; Fortalecimento Cultural; Fortalecimento Institucional; Etnodesenvolvimento; e Saúde.

TFCA - Tropical Forest Conservation ActFundo AmazôniaPNUD - Programa das Naes Unidas para o DesenvolvimentoGEF
ISPN - Instituto Sociedade, População e Natureza »Fazer login » Intranet
SHCGN CLR Quadra 709 Bloco "E" Loja 38, CEP 70.750-515 Brasília - DF . Fone/Fax: (61) 3327-8085
DoDesign-s Design & Marketing