ISPN - Instituto Sociedade, População e Natureza

16.09.15

ISPN, Projeto GATI e Funai realizam Oficina de Capacitação Inicial e Planejamento

Presidente da Funai, João Pedro Gonçalves, discursa na Mesa de Abertura. Foto: Mario Villela, Funai.

Presidente da Funai, João Pedro Gonçalves, discursa na Mesa de Abertura.
Foto: Mario Villela, Funai.

Entre os dias 1° a 4 de setembro, o ISPN realizou em parceria com Projeto Gati e Funai, a Oficina de Capacitação Inicial e Planejamento para as associações indígenas que tiveram aprovadas suas propostas no edital Programa de Pequenos Projetos nas Áreas de Referência do Projeto GATI – PPP GATI.

Estiveram presentes representantes dos 37 projetos aprovados, abrangendo todos os Núcleos Regionais do Projeto GATI e uma variedade extensa de temáticas: agroecologia, etnomapeamentos, sistemas agroflorestais, recuperação de nascentes e de áreas degradadas, manejo de fauna, educação ambiental, vigilância, dentre outros.

Durante a oficina, as instituições puderam debater e intercambiar suas experiências, bem como discutirem os conceitos e práticas para boa gestão de projetos, elaboração de relatórios técnicos, financeiros e os procedimentos para prestação de contas.

Também foi um momento importante para a realização de um balanço do Projeto GATI, resgate de seu histórico, ações realizadas e identificação dos próximos passos do Projeto.

O evento contou, em sua mesa de abertura, com a presença do Sr. João Pedro Gonçalves da Costa, Presidente da Funai, do Sr. Jaime Garcia, Coordenador Nacional do projeto GATI, do Sr. Magno Amaldo, professor Bakairi e membro do Conselho Regional do Gati Amazônia-Cerrado e do Sr. Fabio Vaz, Coordenador Executivo do ISPN.

O encontro faz parte do conjunto de ações previstas na parceria estabelecida em 2015 entre a FUNAI, o PNUD/GEF, o Projeto GATI e o Instituto Sociedade, População e Natureza, por sua vez responsável pela condução metodológica da Oficina e pelo acompanhamento técnico dos projetos.

  ***

O Projeto GATI – Gestão Ambiental e Territorial Indígena (BRA/09/G32) promove a contribuição das Terras Indígenas (TIs) como áreas protegidas essenciais para a conservação da biodiversidade dos biomas brasileiros, fortalecendo as práticas tradicionais indígenas de manejo, uso sustentável e conservação dos recursos naturais. Também promove o protagonismo indígena na construção de políticas públicas de gestão ambiental e territorial de TIs, fomentando assim a proteção e a segurança dos meios de vida desses povos.

O GATI é executado pela Fundação Nacional do Índio (FUNAI) e Ministério do Meio Ambiente (MMA), com apoio do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e recursos do Fundo Mundial para o Meio Ambiente (GEF), contrapartida do Governo Brasileiro,  da The Nature Conservancy (TNC) e de Associações Indígenas.

Representantes indígenas do Oiapoque apresentam seu projeto.

Representantes indígenas do Oiapoque apresentam seu projeto.

 

Dinâmica de grupo durante Oficina.

Dinâmica de grupo durante Oficina.

TFCA - Tropical Forest Conservation ActFundo AmazôniaPNUD - Programa das Naes Unidas para o DesenvolvimentoGEF
ISPN - Instituto Sociedade, População e Natureza »Fazer login » Intranet
SHCGN CLR Quadra 709 Bloco "E" Loja 38, CEP 70.750-515 Brasília - DF . Fone/Fax: (61) 3327-8085
DoDesign-s Design & Marketing