ISPN - Instituto Sociedade, População e Natureza

» Campanhas

6.10.17

Nota de repúdio da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil – APIB

NOTA DE REPÚDIO

A Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (APIB) repudia veementemente a truculenta decisão da Frente Parlamentar Agropecuária – bancada ruralista – de realizar, no dia 10 de outubro próximo, no âmbito da Comissão de Agricultura, Abastecimento e Pecuária da Câmara dos Deputados, uma audiência pública para supostamente “debater a produção agrícola indígena”.

Leia na íntegra a Nota de Repúdio da APIB

18.09.17

Manifesto cobra das empresas das cadeias de carne e soja uma medida imediata em defesa do Cerrado

Diversas organizações da sociedade civil, dentre elas o ISPN, assinaram o Manifesto que pede medidas imediatas para a proteção do Cerrado. O bioma, que hoje é o mais ameaçado do Brasil, está sendo desmatado rapidamente, principalmente em função das grandes cadeias de commodities, que muitas vezes avançam sobre áreas nativas do bioma, deixando para trás milhares de hectares de áreas degradadas.

O Manifesto pede que não sejam abertas novas áreas de desmatamento e que as áreas remanescentes sejam destinadas para conservação e uso sustentável da biodiversidade.

“O Brasil destruiu 18.962 km2 de Cerrado no biênio 2013 – 2015. A cada dois meses, nesse período, perdemos no bioma o equivalente à área da cidade de São Paulo. Já são mais de 10 anos com o desmatamento no Cerrado superando as taxas da Amazônia. Esse ritmo de destruição torna o Cerrado um dos ecossistemas mais ameaçados do planeta. Conhecida como o berço das águas do Brasil, a savana mais biodiversa do planeta já perdeu 50% de sua área original.”

Leia aqui a íntegra do Manifesto

14.07.17

Nota Pública contra o ataque aos direitos

Um conjunto formado por 35 organizações, entre elas o ISPN, assinou uma Nota Pública onde repudia o processo de militarização e enfraquecimento da Funai, assim como os contínuos ataques aos direitos indígenas e quilombolas que estão sendo alçados na atual conjuntura.
Veja abaixo a íntegra da Nota Pública:

 

Nota Pública: De volta ao integracionismo?

Nos últimos anos a sociedade tem assistido a uma acelerada escalada de violência contra os povos indígenas no Brasil, diretamente relacionada a uma série de iniciativas no âmbito dos poderes legislativo, executivo e judiciário que visam à desconstrução dos direitos assegurados na Constituição Federal de 1988. Trata-se, sem dúvida, do contexto mais adverso enfrentado por estes povos desde o processo de redemocratização do país e a consagração do direito originário dos povos indígenas sobre seus territórios, bem como à sua organização social, costumes, línguas e tradições – gravemente ameaçados nos dias de hoje.

Leia mais . Read more »

6.03.17

Resultado do Prêmio Jorg Zimmermann da Sociobiodiversidade

 

A Comissão de Seleção da primeira edição do Prêmio Jorg Zimmermann da Sociobiodiversidade escolheu as duas iniciativas vencedoras. O edital recebeu 34 candidaturas, sendo 2 inelegíveis por ter atuação fora dos biomas contemplados ou por ser proposta por instituição pública.

A seleção de duas propostas foi uma tarefa difícil devido à qualidade e relevância de muitas candidaturas alinhadas com os critérios do edital. A comissão optou por priorizar duas iniciativas ainda em consolidação, para as quais o prêmio contribuirá com o fortalecimento e visibilidade.

Para ampliar o impacto do Prêmio e reconhecer  outras iniciativas relevantes, a comissão de seleção, com apoio do ISPN, optou por premiar mais três iniciativas com a menção honrosa, que receberão R$ 3 mil cada uma.

Parabéns a todos os candidatos por fazerem a diferença e ajudarem a construir um Brasil mais justo e sustentável!

 

Premiados:

  • Circuito de Feiras Agroecológicas do Baixo Munim, MA – Associação Agroecológica Tijupá e Feiras Agroecológicas de Morros, Rosário, Presidente Juscelino e Cachoeira Grande
  • Manejo Indígena de Babaçu “Toroya”: Legado dos nossos antepassados Indígenas para a Sociedade Mundial, Cacoal, RO – Associação Soenama do Povo Indígena Paíter Suruí

Menções honrosas:

  • Mercadinho Tá Caindo Fulô, Serra do Cipó, MG – Associação dos Agricultores Familiares Artistas e Artesãos da Região da Serra do Cipó
  • Resgatando a Boa Hora da Castanha, Comunidade de Boa Esperança, Manicoré, AM – Associação de Moradores Agroextrativista da Comunidade de Boa Esperança – AMABES
  • Fortalecimento da cadeia produtiva de castanha-do-Brasil, Reserva Extrativista do Lago do Cuniã, Porto Velho, RO – Núcleo de Apoio à População Ribeirinha da Amazônia – NAPRA

A premiação dos selecionados ocorrerá dia 30/03/2017 em Brasília. Os premiados devem aguardar contato telefônico.

Para aqueles candidatos que não foram selecionados nessa edição, fiquem de olho nas oportunidades de captação de recursos que divulgamos no site CAPTA e também nas próximas edições do Prêmio Jorg Zimmerman da Sociobiodiversidade.

 

 

 

“O trabalho com a agroecologia exige uma atenção diferente, porque você não está trabalhando com pacotes, está trabalhando com a natureza. Você não vai homogeneizar, você vai dar valor à diversidade. E essa diversidade vai te recompensar.”
– Jorg Zimmermann –

 

 

 

13.01.17

Primeira edição do Prêmio Jorg Zimmermann da Sociobiodiversidade

arte original sem bordas

Está no ar o primeiro edital do Prêmio Jorg Zimmermann da Sociobiodiversidade

O Prêmio consiste numa homenagem a Jorg Zimmermann, engenheiro agrônomo, que atuou como assessor e como membro da diretoria do ISPN. Teve diferentes inserções profissionais, o que
deixou um legado de importantes trabalhos realizados em termos de política pública, nas áreas de agroecologia, extensão rural e desenvolvimento sustentável em diferentes biomas, sempre voltado para povos indígenas, comunidades tradicionais e agricultores familiares.

A primeira edição do Prêmio Jorg Zimmermman busca reconhecer a importância e premiar práticas e saberes na área da sociobiodiversidade, desenvolvidos por pessoas físicas, grupos, movimentos ou entidades não governamentais brasileiras cujas atuações tenham sido significativas e transformadoras da realidade. Serão premiadas duas iniciativas localizadas nos biomas Cerrado ou Amazônia.

Para inscrever sua iniciativa, basta acessar o Edital para conhecer o regulamento completo e preencher o Formulário de Inscrição, que deve ser enviado por e-mail até o dia 14 de fevereiro de 2017.

Baixe aqui o Edital do Prêmio Jorg Zimmermann

Baixe aqui o Formulário de Inscrição

20.10.16

Prêmio Jorg Zimmermann estende prazo de captação

arte premio.redimensionado

O processo de captação de recursos tem envolvido nossa equipe e pessoas que reconhecem a importância do Prêmio. Contribuições foram realizadas totalizando, o montante de R$ 1.500,00 (mil e quinhentos reais), o que dificultou o cumprimento dos prazos estabelecidos no edital de captação.

Em virtude disto, procedemos a alterações em termos de prazos e de valor mínimo de doação para as pessoas físicas divulgados no Edital de Captação de Recursos, a saber:

PRAZOS

  • Lançamento do Primeiro Edital para Recebimento de Propostas: segunda quinzena de janeiro/2017;
  • Recebimento de propostas, até maio de 2017;
  • Análise e seleção de propostas, junho de 2017;
  • Divulgação do resultado, até 15 dias após a seleção;
  • Premiação, em data a ser estabelecida no edital.

CONTRIBUIÇÃO DE PESSOA FÍSICA

  • O valor mínimo de R$ 200,00 (duzentos reais) estabelecido para pessoas físicas fica alterado para R$ 100,00 (cem reais). Todas as demais condições de contribuição permanecem inalteradas.

Confiantes na obtenção de um maior aporte de recursos, solicitamos que nos apoiem na divulgação do Prêmio de modo a agregar um maior número de doadores. Há muitas experiências em termos de práticas e saberes valiosos e que merecem ser reconhecidas.

Confira o Edital com as alterações aqui.

7.10.16

SAVE OUR SAVANNAS – SOS!

O projeto SALVE NOSSAS SAVANAS – SOS! busca evitar uma catastrofe ecológica que afetaria a metade da América do Sul. As savanas são mal-compreendidas, desprezadas e ameaçadas. Um ponto de inflexão sem retorno se aproxima. Podemos fazer contribuições sustentáveis ??em grande escala para reverter a destruição e resolver problemas ambientais, sociais e econômicos interligados e de longo alcance que envolvem segurança hídrica, energética e alimentar, biodiversidade, clima, pobreza e êxodo rural. A solução seria uma combinação entre paisagens sócio-ecológicas utilizadas por comunidades rurais resilientes na metade do Cerrado remanescente e agricultura mais produtiva e sustentável em larga escala na metade já desmatada. A mudança neste sentido já começou, mas são necessários fortes novos estímulos. A equipe do ISPN conta com conhecimento técnico, contato com a base em todo o Cerrado e vasta experiência no governo, agências internacionais, universidades e sociedade civil. Está na hora de aprender lições, divulgar o que realmente funciona e influenciar políticas públicas e práticas privadas. Este salto poderá gerar benefícios e desbloquear novos recursos no Brasil e em países em desenvolvimento ao redor do mundo.

Conheça o vídeo de apresentação de nosso projeto:

Próxima Página . Next Page»

TFCA - Tropical Forest Conservation ActFundo AmazôniaPNUD - Programa das Naes Unidas para o DesenvolvimentoGEF
ISPN - Instituto Sociedade, População e Natureza »Fazer login » Intranet
SHCGN CLR Quadra 709 Bloco "E" Loja 38, CEP 70.750-515 Brasília - DF . Fone/Fax: (61) 3327-8085
DoDesign-s Design & Marketing