ISPN - Instituto Sociedade, População e Natureza

2.10.08

Agricultores familiares se qualificam para o mercado sustentável

Produtos da sociobiodiversidade brasileira ganham mercado no Brasil e exterior (Foto: ISPN)

Produtos da sociobiodiversidade brasileira ganham mercado no Brasil e exterior (Foto: ISPN)

Brasília (2.10.08) –  Representantes de 28 empreendimentos da agricultura familiar de dez estados brasileiros estarão reunidos em Corumbá (Goiás) de 7 a 10 de outubro. O encontro servirá para capacitar os empreendedores comunitários para inserção adequada de produtos da agricultura familiar no mercado de produtos da sociobiodiversidade no Brasil e no exterior. Os empreendedores representam cerca de sete mil famílias. Entre os objetivos do evento está construção de parcerias e a identificação de novas oportunidades de negócios a partir de uma atuação mais qualificada em espaços de comercialização.

As feiras nacionais e internacionais em que os agricultores familiares participam são oportunidades para esses empreendedores comunitários estabelecerem uma comunicação mais estratégica com diferentes públicos: fornecedores de produtos, serviços e tecnologia, compradores, especialistas do setor e profissionais da mídia. Nesses eventos, os empreendedores também participam de rodadas de negócios onde eles precisam apresentar ao comprador o diferencial de seus produtos, os valores da sociobiodiversidade e os critérios que atestam a sustentabilidade dos produtos das comunidades produtivas.

Na pauta das discussões em Corumbá estão ainda debates sobre a Política Nacional de Produtos da Sociobiodiversidade e as linhas de apoio à exportação de produtos do Brasil. Em alguns momentos da atividade serão abordadas questões especificas sobre a preparação desses empreendimentos para a participação na Sala Caatinga Cerrado – que será montada pelo terceiro ano consecutivo na ExpoSustentat – feira internacional de bens e serviços voltados para o mercado sustentável no mês de outubro em São Paulo.  No ano passado, cerca de 15 mil famílias organizadas em 130 empreendimentos de 14 estados brasileiros apresentaram seus produtos (alimentos, artesanatos e cosméticos) na ExpoSustentat.

A capacitação é promovida pela articulação Caatinga Cerrado – Comunidades Eco-produtivas, em parceria com a Sala Andes Amazônia – que também participa do treinamento de produtores em Goiás.  A Sala Caatinga Cerrado – Comunidades Eco-produtivas é um espaço de articulação permanente das redes e empreendimentos da agricultura familiar para a promoção e comercialização de produtos da sociobiodiversidade desses dois biomas.

A iniciativa conta com a parceria e o apoio da cooperação alemã (GTZ, DED e Fundação Konrad Adenauer), do Governo Federal (Ministério do Desenvolvimento Agrário, Ministério da Integração Nacional e Codevasf) e do Instituto Sociedade, População e Natureza (ISPN).

Fonte: ISPN/Com informações da Articulação Caatinga-Cerrado

TFCA - Tropical Forest Conservation ActFundo AmazôniaPNUD - Programa das Naes Unidas para o DesenvolvimentoGEF
ISPN - Instituto Sociedade, População e Natureza »Fazer login » Intranet
SHCGN CLR Quadra 709 Bloco "E" Loja 38, CEP 70.750-515 Brasília - DF . Fone/Fax: (61) 3327-8085
DoDesign-s Design & Marketing